17 de março de 2012 às 13h00min - Por Mário Flávio

Na última sessão da Câmara Municipal de Caruaru, na quinta-feira (15), os vereadores lembraram da importância histórica de Aracy de Souza, ex-primeira dama e ex-deputada estadual em Pernambuco, sugerindo um voto de pesar em nome de todo o legislativo. Aracy tinha 84 anos e faleceu essa semana, devido a uma parada cardíaca. Na tribuna, os edis  lembraram que 1967 a 1974, conquistou o feito de ser a primeira mulher pernambucana a se eleger duas vezes para exercer um mandato como deputada estadual e a primeira a disputar um pleito federal.

“Devemos registrar a importância de Aracy para a política caruaruense e pernambucana, por ter sido uma mulher que obteve grande expressividade na luta política ainda na década de 60”, citou o vereador Lula Tôrres (PR), que sugeriu à Casa o voto de pesar. O vereador Diogo Cantarelli (PSDB) apoiou a ideia: “e principalmente, ela conseguiu se eleger deputada estadual em uma época conturbada e mais machista”. Os demais vereadores aprovaram a sugestão e um requerimento em nome do Legislativo deve ser elaborado com o voto de pesar deve ser elaborado na próxima semana.

O primeiro mandato de Aracy como deputada estadual foi em 1967. Primeira dama de Caruaru, Aracy conquistou uma votação expressiva. Ela recebeu 10.766 votos. O candidato mais votado obteve 12.542. Da segunda vez, ganhou o voto de confiança de 13.396 eleitores. Depois de seu segundo mandato, passou a ser empresária, mas logo voltou a exercer funções políticas, como secretária municipal de Jaboatão dos Guararapes. Como primeira dama de Caruaru, é lembrado que ela tinha expressividade entre a população, mas tinha também um casamento conturbado com o ex-prefeito Drayton Nejaim. Aracy foi velada na Assembleia Legislativa Estadual e sepultada no cemitério Parque das Flores, bairro do Sancho, em Recife.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro