31 de maio de 2013 às 09h25min - Por Mário Flávio
Registro do tremor de 2.5 na escala Richter. (Imagem: LabSis UFRN)

Registro do tremor de 2.5 na escala Richter. (Imagem: LabSis UFRN)

 

Informações de Leonardo Santos e Marina Castro – Portal Mídia Urbana

A terra tremeu em Belo Jardim, e em outras cidades do Agreste Pernambucano, na noite dessa quinta-feira (30), deixando os moradores assustados. De acordo com primeiras informações, o tremor foi percebido às 20h26. Há suspeita de que o abalo tenha sido sentido também em São Bento do Una e Caruaru. Ainda não há informações de vítimas ou desmoronamentos.

Uma análise do Laboratório Sismológico da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (LabSis/UFRN), responsável por monitorar abalos sísmicos em toda região Nordeste, diz que o tremor teve magnitude preliminar estimada em 2.5 graus, e teve seu no limite dos municípios de Tacaimbó e Belo Jardim, o evento ocorreu por volta das 20h26.

Ainda segundo o laboratório de sismologia, o evento é mais um exemplo da atividade sísmica ao sul do Lineamento Pernambuco assim como os eventos de Alagoinhas e Belém de Maria-Cupira, em 2010. Os casos até agora estudados com redes locais, ao sul, constaram que a atividade não está diretamente correlacionada com o Lineamento Pernambuco e suas ramificações.

O estudante Rafael Leandro contou rapidamente o que aconteceu: “Foi um estrondo forte, e logo após esse estrondo a terra tremeu muito rápido em torno de 2segundos o estrondo foi muito forte (um pipoco).” A Coordenadoria de Defesa Civil de Pernambuco foi acionada para buscar informações sobre possíveis problemas causados pelo abalo.

 

 

 


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro