30 de agosto de 2013 às 06h25min - Por Mário Flávio

terezinha_nunes

A deputada Terezinha Nunes (PSDB) cobrou em Plenário, na tarde da última quarta (28 de agosto), informações da Secretaria de Defesa Social sobre o andamento das investigações sobre o assassinato, ocorrido há mais de dois meses, do vereador Marcos Antônio Santos do Nascimento. Segundo a tucana, o político era o único oposicionista na Câmara Municipal de Catende, e foi alvejado no centro da cidade, diante do filho menor de idade.

No contexto

Em Catende, vereador é assassinado após deixar sessão na Câmara Municipal

Em Catende, presidente do DEM diz que Otacílio Cordeiro não tem sensibilidade moral

A parlamentar solicitou, na época, apuração rigorosa do caso, diante de indícios de motivação política do crime, pois o vereador vinha denunciando irregularidades na prefeitura. Segundo Terezinha Nunes, a SDS chegou a designar um delegado especial e, até o momento, nenhuma informação oficial sobre o caso veio a público.

A deputada disse que a família e a população vivem num clima de insegurança permanente que se agrava pelo fato de serem apenas três soldados responsáveis pelo policiamento dos 40 mil habitantes da cidade. Para Terezinha, a situação afeta a economia e há um sentimento de descrença e impunidade.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro