29 de maio de 2013 às 08h55min - Por Mário Flávio

Por meio de nota no site oficial do Simepe, a entidade que representa os médicos em Caruaru criticou a condução da Audiência Pública sobre a saúde. Segundo o Simepe, a secretária de Saúde de Caruaru, Aparecida Souza, foi beneficiada pelo presidente da Casa, Leonardo Chaves (PSD), que deu um tempo maior para ela, em relação aos demais presentes. A nota fala ainda em agressão sofrida pelo Simepe, por parte de alguns palestrantes. Segue a íntegra da nota

“O Simepe vem compartilhar o desenrolar da Audiência Pública realizada (28/05) na Câmara dos Vereadores de Caruaru, na qual participaram a Secretaria de Saúde, na pessoa da Sra. Aparecida Souza, os diretores do Simepe Regional Caruaru e o delegado regional do Cremepe, Dr. Giovani Thiago Souza, além de vários vereadores e representantes do Conselho Municipal de Saúde.

Ressaltamos que o tempo destinado à categoria médica foi cerca de 10 minutos, enquanto a secretária de saúde falou por quase uma hora, o que não nos impediu de explanarmos a real situação da saúde de Caruaru. Mais uma vez a secretária de saúde tentou desqualificar o movimento, relegando-o apenas ao plano salarial, esquecendo as várias reuniões realizadas com a mesma, onde já pleiteávamos melhores condições de trabalho e soluções para as diversas falhas apontadas pela nossa pauta.

Além disso, houve agressões verbais aos médicos de Caruaru por parte de alguns setores da gestão, em uma tentativa clara de denegrir e intimidar a categoria médica, a qual demonstra tanta união e coragem no município de Caruaru. Os adjetivos pejorativos atribuídos à nós só fortalecem o espírito de união que nos norteia e nos alimenta neste momento.

De forma prática, não avançamos em nenhuma das reivindicações, entretanto trouxemos à luz da sociedade a real situação da saúde do município. Estamos apenas no início de um movimento em prol da saúde de Caruaru, e por isso, conclamamos todos os médicos vinculados à Prefeitura Municipal de Caruaru que se juntem ao sindicato, participando ativamente da Paralisação de Advertência de 24 horas a ser realizada amanhã (29/05), em resposta ao tratamento dispensado pela gestão municipal a todos nós que fazemos a rede municipal de Caruaru.

O SINDICATO É O INSTRUMENTO E A FORÇA VEM DA CATEGORIA”.

Atenciosamente, Diretoria do Simepe Regional Caruaru”.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro