23 de julho de 2012 às 13h43min - Por Mário Flávio

A Secretaria de Saúde realiza entre os dias 25 e 27 desse mês, a campanha do Dia Mundial de Luta contra as Hepatites B e C. A data oficial é 28 de julho, mas como é em um sábado, a programação foi antecipada. Mais de 20 profissionais realizarão palestras e distribuição de panfletos educativos e preservativos, com o intuito de orientar a população sobre prevenção e tratamento das hepatites. No último dia haverá uma ação no Marco Zero da cidade, para alertar a sociedade de um modo geral, sobre a importância da prevenção, dos cuidados sobre a doença.

O Coordenador do COAS – Centro de Orientação e Aconselhamento Sorológico, Claudino Melo, ressaltou a importância desse tipo de ação. “Nosso intuito maior é orientar a população. O desafio é educar o povo sobre os riscos que as hepatites virais representam. Daí a necessidade de promovermos um evento desse tipo”.

Atualmente, cerca de cem usuários do COAS estão em tratamento no município. Desde sua criação, em janeiro de 2006, mais de mil pessoas fizeram tratamento contra as hepatites B e C.

A DOENÇA – hepatite B é uma doença transmitida pelo vírus VHB, que tem predileção por infectar os hepatócitos, as células do fígado. Essas células podem ser agredidas pelo VHB diretamente, ou pelas células do sistema de defesa que, empenhadas em combater a infecção, acabam causando um processo inflamatório crônico.

A hepatite C é causada por um vírus transmitido principalmente pelo sangue contaminado, mas a infecção também pode passar através das vias sexual e vertical (da mãe para filho). O portador do vírus da hepatite VHC pode desenvolver uma forma crônica da doença que leva a lesões no fígado (cirrose) e câncer hepático.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro