29 de maio de 2012 às 08h54min - Por Mário Flávio

O serviço de rastreamento de carro-pipa já apresenta eficiência e economia para os cofres público. O secretário de Agricultura e Reforma Agrária, Ranilson Ramos, disse durante a 4ª Reunião Ordinária do Comitê de Combate à Seca, agora há pouco, que muitos pipeiros  estão desistindo em razão da implantação do GPS, mesmo depois do Governo do Estado conceder aumento de 14% por  quilômetro rodado.

Em Manari, primeiro município a ter o serviço implantado, cinco proprietários de caminhões cancelaram os contratos com o Governo do Estado. “ Como o serviço está sendo racionalizado, a população atendida não será prejudicada”, garantiu Ranilson. Ao todo, 670 carros-pipa estão em operação no Estado ao custo de R$ 6 milhões mensais.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro