13 de janeiro de 2012 às 19h48min - Por Mário Flávio

A secretária da Infância e Juventude, Raquel Lyra, determinou a instauração no âmbito da Funase de dois procedimentos administrativos. A sindicância 005, presidida por Jaime Melo, apura responsabilidades sobre a rebelião da última quarta-feira. Por sua vez, a sindicância 006, comandada por Edson Vasconcelos, investiga as denúncias veiculadas pela imprensa para aplicar as punições caso sejam confirmadas.

MUDANÇAS – Designação de uma nova diretoria e a abertura de inquéritos, administrativo e policial, foram as providências adotadas pelo Governo do Estado nesta sexta-feira (13/01), depois dos graves incidentes registrados nos últimos dias na unidade da Fundação Estadual de Atendimento Socioeducativo (Funase) do Cabo de Santo Agostinho.

A assistente social Maria José Delgado, servidora de carreira da Funase, é a nova responsável pela unidade, com responsabilidade não apenas de assegurar a volta da normalidade no funcionamento da instituição, como também de garantir a completa apuração dos fatos.

“É uma tarefa desafiadora, mas com o apoio da secretária Raquel Lyra e de todo o governo, tenho certeza de que cumpriremos a tarefa”, declarou a servidora.

As providências foram anunciadas depois de uma série de reuniões realizadas com todas as áreas de governo relacionadas com o assunto, sob a coordenação do secretário da Casa Civil, Tadeu Alencar.

O secretário de Defesa Social, Wilson Damázio, anunciou a designação da delegada titular da Delegacia de Combate aos Crimes contra a Administração e o Serviço Público (Decasp), Natália Barbosa de Medeiros, para conduzir o inquérito policial que investigará os incidentes na perspectiva criminal.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro