2 de março de 2012 às 17h28min - Por Mário Flávio

Mais uma vez a relação entre o coronel Bosco e os servidores da Destra azedou. Ele tomou a decisão de não entregar mais os tickets de alimentação para todo o mês e exigiu que os servidores passassem diariamente na sede do órgão para pegar o vale alimentação e assinar, o que segundo alguns agentes causou muitos transtornos.

O Sismuc foi acionado e o presidente do Sindicado dos Servidores Municipais, Eduardo Mendonça, pegou pesado com o Coronel Bosco. “O que ouvimos dos servidores é que o Coronel Bosco pratica o revanchismo, já que nas assembleias realizadas ele foi o alvo de muitas críticas por parte dos servidores e do próprio Sindicato. Essa tentativa dele, de fazer os agentes vir diariamente a sede da entidade, é para que os servidores possam tomar a benção a ele, que não aceita ter perdido o comando dos servidores”, pontuou.

Diretor administrativo e financeiro da Destra, o coronel Bosco disse que a decisão foi para ter mais controle da liberação dos tickets, mas que devido a instisfação dos agentes e guardas municipais, o posicionamento ia ser revisto. Ao final de uma pequena discussão, os servidores voltaram ao trabalho.

Eduardo Mendonça disse que Bosco não aceita ter pedido o comando dos servidores. Imagem: Paulo Roberto


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro