19 de abril de 2012 às 10h54min - Por Mário Flávio

O vereador Ernesto Maia (PTB), sobrinho do deputado federal e ex-prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, José Augusto Maia, concedeu entrevista ao Blog do Melqui, e aproveitou para ratificar que será o indicado do grupo Taboquinha para disputar a prefeitura do município e desqualificou as ações da oposição na cidade, afirmando que o deputado estadual Edson Vieira (PSDB) tem medo de entrar no debate com ele e que a oposição Boca Preta nunca teve uma atuação positiva na cidade. No entanto, o vereador também disse que, caso não saia como candidato à prefeitura do município, não terá mágoas.

“Acredito que serei o indicado para disputar a Prefeitura, não sendo disputarei qualquer cargo sem mágoa”, citou Ernesto na entrevista, que demonstrou ainda confiança quanto à sua aceitação entre os eleitores da cidade, quando indagado sobre a atual rejeição do grupo Taboquinha e do nome dele na cidade . “As pesquisas que tenho não demonstram esta rejeição, já que tenho uma rejeição bem menor que Edson Vieira”.

Ainda sobre as atuais críticas relacionadas à gestão do prefeito Toinho do Pará, Ernesto garantiu que a oposição tem realizado menos que o grupo Taboquinha. “O que é inquestionável é a falta de ações e trabalho da atual oposição de Santa Cruz, onde o deputado Edson Vieira prefere buscar financiamentos para sua família do que obras para nossa cidade. Temos uma pauta de trabalho do grupo para mostrar e com isso vamos mostrar que nossa proposta é melhor do que a do deputado”, alfinetou.

Quanto às críticas contra seu tio, José Augusto Maia, enquadrado na Lei Ficha Limpa, e de como isso poderia afetar negativamente a candidatura dos taboquinhas este ano, Ernesto defendeu a inocência do deputado. “Sou Sobrinho do prefeito eleito, reeleito e que fez o sucessor, que mais construiu calçamentos, que mais fez Salas de Aula, que fez o Moda Center, que alavancou nossa cidade até o posto de Décima-Quarta Colocada no Estado. O Prefeito que graças a sua pauta de trabalho foi eleito o primeiro deputado federal da região. Zé vai provar sua inocência na justiça”, reforçou Ernesto, em uma declaração que tenta desviar a atenção do fato de que o ex-prefeito teve as contas de 2005 rejeitadas pela Câmara de Vereadores e Tribunal de Contas do Estado (TCE).

No entanto, além de Ernesto Maia, outros nomes continuam cogitados para a cabeça de chapa Taboquinha: os vereadores Fernando Aragão e Dr. Nanau e o vice-prefeito Zé Elias, todos do PTB. Acredita-se que Toinho do Pará fique fora de cogitação, já que o desgaste de sua gestão é grande.

Com informações do Blog do Melqui


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro