28 de março de 2012 às 08h20min - Por Mário Flávio

Hoje pela manhã ficou mais uma vez evidente a falta de sintonia entre alguns integrantes do governo Zé Queiroz e vereadores da base governista. O comunista Edmilson do Salgado ligou para a Rádio Cultura e reclamou da ausência de um serviço de limpeza nas ruas do bairro. Segundo ele, após três anos de gestão, a máquina de limpeza não chegou ainda a determinada localidade. “Peço ao Maurício para passar a máquina de terraplenagem por lá, após três anos de gestão, a população ainda espera pela limpeza”, disse o vereador, fazendo referência a uma rua que fica paralela a Avenida Brasil.

No mesmo momento, o diretor de Limpeza da prefeitura de Caruaru, Maurício Silva, foi curto e grosso com Edmilson. “Realmente a máquina precisa passar no local, mas é necessário entender que existe uma programação e essa máquina cumpre. Do jeito que o Edmilson falou, parece que ele está perdido no espaço. É bom lembrar que logo no início da gestão passamos a máquina e fizemos um grande trabalho naquela área, para que possamos atuar e fizemos uma limpeza de muitos lixões no São João da Escócia. As vezes a gente demora porque o prefeito de Çaruaru exige um trabalho de qualidade, isso não quer dizer que nunca passamos por ali”, disse.

Para piorar a situação, o pré-candidato a vereador Fagner Fernandes, rival de Edmilson no bairro ligou e ratificou o que disse o diretor de Limpeza. “No início da gestão houve o projeto reconstrução e o prefeito fez a limpeza total na área”, disse. A troca de farpas via rádio entre os aliados de Queiroz mostra que o trabalho de articulação entre prefeitura e Câmara ainda está longe de ser o ideal.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro