28 de março de 2012 às 08h00min - Por Mário Flávio

Com informações do Simepe

Por ausência de resposta  da Secretária de Administração às reivindicações dos médicos do Hospital do Servidores do Estado (HSE) , a categoria em Assembleia Geral (AGE) , realizada no Sindicato dos Médicos de Pernambuco (Simepe),  deliberou paralisação de advertência de 24 horas, no dia 16 de abril, com a suspenção dos serviços ambulatoriais da unidade.

No dia 16 fevereiro, houve uma reunião entre o  Simepe e a Secretaria de Administração do Estado, onde foi apresentado a pauta de reivindicações da categoria, que defende o fim da lista dupla do atendimento ambulatorial, gratificação por desempenho e melhor gerenciamento dos profissionais médicos. No dia 27 do mês passado, o Simepe voltou a cobrar um posicionamento da Secretaria e até o momento não houve nenhuma resposta. De acordo com o diretor do Sindicato, Tadeu Calheiros, a falta de posicionamento da gestão gerou um sentimento de descaso com os problemas relatados e causou descontentamento na categoria.

Além da paralisação dos serviços, os médicos decidiram também, encaminhar ao Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe) um documento questionando a legalidade e competência de um profissional de outra área avaliar tecnicamente o trabalho desenvolvido por um médico e ausência de uma Comissão de Ética.  No próximo dia 17 de abril, a categoria estará reunida em nova AGE.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro