1 de agosto de 2013 às 08h07min - Por Mário Flávio

20130801-081459.jpg

O ex-presidente da Câmara de Caruaru, Lícius Cavalcanti (PCdoB), concedeu entrevista hoje pela manhã na Rádio Cultura e mais uma vez trouxe a tona temas polêmicos. Ele disse que a saída do PCdoB está descartada e que ensaia uma candidatura para a eleição de 2014. “Caruaru precisa de deputados que debatam a cidade, o que não ocorre hoje. Onde estão os nossos deputados para debater essa questão dos professores? Ninguém tem a coragem de falar sobre o assunto, já que foi um projeto aprovado de forma desastrosa na Câmara. O PCdoB tem um projeto para que eu saia candidato deputado estadual, vamos estudar essa possibilidade de uma dobradinha com a companheira Luciana Santos”, disse.

No entanto, o comunista deixou claro que se depender dele iria para a disputa na Câmara Federal. Ele disse ainda que não teme problemas junto ao TCE por causa da obra da Câmara, que se arrasta em alguns pontos até hoje. “Tinha uma equipe compromissada com Caruaru, pessoas que usaram todos os recursos legais e por isso estou tranquilo. Se aparecer alguma contestação iremos responder, isso é normal, veja o atual prefeito, por exemplo, responde a um processo para devolver 200 mil reais e ainda pode ficar com os direitos políticos suspensos, mas ele esta recorrendo. Todos os ex-prefeitos respondem por alguma coisa e não tenho medo disso. Investimos mais de um milhão na Câmara e ainda devolvi quase quintetos mil, fiz isso porque tive a coragem de ousar. A Câmara está bonita e moderna”, disse.

O ex-vereador defendeu ainda uma ampla discussão sobre a feira da sulanca e que a atual gestão precisa se posicionar sobre o tema. “O prefeito precisa chamar para si essa discussão, essa é a função do gerente da cidade e não acontece”, pontuou.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro