2 de janeiro de 2014 às 07h25min - Por Mário Flávio

20140101-205712.jpg

O deputado federal João Paulo (PT) concedeu uma importante entrevista no programa Conteúdo. Sem rodeios ele disse não acreditar numa possível candidatura do governador Eduardo Campos (PSB) a presidente da República. Diferente do senador Humberto Costa (PT), que evitou criticar com veemência ao socialista, o ex-prefeito do Recife não poupou ao governador e disse que a quantidade de investimentos dos governos Lula e Dilma no estado, mostra o quanto os petistas foram generosos com Pernambuco.

“Continuo com a mesma opinião e não acredito na candidatura de Eduardo a presidente. Essa candidatura não decolou nos estados do Sul e Sudeste. Acho Eduardo um ingrato sim, principalmente pelo que fizeram Lula e Dilma por Pernambuco”, disparou. O petista lembrou ainda que existe uma discussão sobre o partido ter candidatura própria a governador, mas que a pedido do ex-presidente Lula, a legenda por fechar apoio a Armando Monteiro Neto. “Eduardo criou uma situação que Lula chegou a declarar que pretende morar até mesmo em Pernambuco para fazer campanha contra ele, mas acho que isso não será necessário”, expôs.

Durante a entrevista os professores de Caruaru enviaram perguntas ao ex-prefeito do Recife sobre a crise na educação de Caruaru e disse o que faria se fosse prefeito. “Se todas as negociações com a mesa cessassem e o secretário de Educação não conseguisse resolver eu iria para o front e conversaria pessoalmente com os professores. Foi assim quando era prefeito do Recife e deu certo”, garantiu.

Sobre o PT em Caruaru o deputado federal disse que o lugar ideal da posse do novo presidente não seria o sindicato patronal, mas que não via muito problema nisso. Além disso ele deixou a entender que se o prefeito Zé Queiroz (PDT) fechar com Eduardo Campos, os petistas devem entregar os cargos. “Dificilmente o partido vai ficar no governo Zé Queiroz se o grupo liderado pelo prefeito fechar com a candidatura de Eduardo Campos. Isso seria muita incoerência da nossa parte”, disse.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro