19 de dezembro de 2013 às 14h08min - Por Mário Flávio

Ao final da reunião extraordinária para empossar os suplentes de dez vereadores que foram presos na quarta-feira (18), os novos parlamentares ressaltaram ao presidente da Casa, Leonardo Chaves (PSD), que talvez houvesse necessidade de pedir vistas dos projetos que entrarão na súmula da reunião ordinária na noite desta quinta (19), quando os edis já começam a atuar. Ficou agendada uma reunião com representantes da Comissão de Legislação e Redação de Leis para analisar os projetos, que já haviam recebido parecer favorável da comissão.

No contexto

Em reunião extraordinária, suplentes assumem mandatos de vereadores caruaruenses presos

“Acredito que é necessário adiar essa votação para outra reunião, a fim de que possamos conhecer com calma os projetos”, explicou o vereador Carlinhos da Ceaca (PPS). Joel da Gráfica (SDD) reforçou que poderia haver os pedidos de vistas. “É bom ressaltar que qualquer vereador pode, durante a reunião, fazer suas considerações e pedir vistas”, lembrou.

Segundo Leonardo Chaves (PSD), contudo, apesar de haver essa possibilidade, não seria necessário adiar a reunião, marcada como a última do período Legislativo de 2013. “Não vejo nenhum projeto polêmico para ser votado, como uma pequena reforma administrativa para reajustar questões referentes aos funcionários da Casa, um projeto que eu considero até desnecessário nessa altura do campeonato, que seria a definição de nova eleição para o Conselho Tutelar de Caruaru para o fim desse ano”, destacou. Caso haja a definição para adiar a votação dos projetos, a última reunião do ano provavelmente seria reagendada para a próxima segunda-feira (23).


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro