11 de setembro de 2013 às 14h25min - Por Mário Flávio

Membros dos Conselhos Municipais de Educação, Alimentação e Confundeb se reuniram na Câmara Municipal de Caruaru na manhã dessa quarta (11), para discutir uma maior integração entre as entidades e debater as irregularidades constatadas no relatório da CGU feito em 2011.

No contexto

Podcast – Conselho Municipal de Educação vai provocar MPF sobre relatório da CGU

Eles propõem uma audiência pública para avaliar os gastos feitos com dinheiro repassado pelo Fundeb. “Nós queremos aproximar as ações dos três Conselhos e, especificamente, vamos buscar a tramitação para convocar uma audiência pública junto à promotoria pública”, explicou o presidente do Conselho Municipal de Educação, Wilson Rufino, que representa o Ensino Superior particular.

Segundo a presidente do Conselho Municipal Alimentação Escolar
Rosineide Santos, professora da rede municipal, a ideia de audiência, que deverá ser solicitada à promotora Silvia Amélia, é uma necessisade de aprofundar as discussões sobre os gastos em Educação.

“Nós não estamis buscando diálogo com os vereadores porque esse direto nos foi negado quando tentamos debater a votação do Plano de Cargos e Carreira dos professores. Mas vamos mais uma vez expor à promotora as questões apontadaa na CGU, relacionadas a repasses para alimentação e demais estruturas que compõem a rede municipal de Educação, para obter dados atualizados, tendo em vista também que o Ministério Público de Pernambuco pediu recentemente informações sobre gastos”, ressalto.

Já segundo Rufino a participação do presidente da Comissão de Educação, Cultura e Esportes da Casa, Edjailson da Caruforró (PTdoB) seria importante para que o Legislativo tivesse mais informaćões sobre gastos em Educação, caso ele queira participar.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro