31 de janeiro de 2012 às 13h30min - Por Mário Flávio

Outra Lei enviada pelo prefeito Zé Queiroz (PDT) gera muita polêmica. Dessa vez é a que versa pelo fomento à cultura local. A Lei foi analisada pela Comissão da Câmara e contou com a participação de artistas de peso, entre eles: Valdir Santos, Erisson Porto, Arary Marrocos, Severino Florêncio, Totonho, Socorro Maciel entre outros. Na ocasião, muitos termos da Lei foram questionados pelos artistas.

Além do diretor de Cultura, Djair Vasconcelos, foram convidados para participar do debate os secretários de Administração e Gestão de Pessoas, Antônio Ademildo e de comunicação, Aquiles Lopes, que teve experiência similar quando era assessor de imprensa da Empetur. Após três horas de intenso debate ficou decidido que o Projeto foi retirado da pauta de votação de hoje. Por sugestão de Aquiles, ficou marcada para a próxima segunda (2) uma reunião com representantes dos artistas, Câmara e prefeitura.  A meta é melhorar a redação da Lei, que segundo os artistas merece um debate mais amplo.

Após intenso debate ficou decidido que o projeto deveria ser retirado da pauta


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro