22 de dezembro de 2012 às 11h08min - Por Mário Flávio

Reportagem de Robson Meriéverton publicada no Jornal Vanguarda

No último sábado (15), o advogado Antônio Claudio Pedrosa participou de assembleia solene na sede da Acaccil (Academia Caruaruense de Cultura, Ciências e Letras) para oficializar sua posse como titular acadêmico. Ele ocupa a cadeira de número 12, do escritor caruaruense Álvaro Lins, que também recebeu uma homenagem pelo centenário por meio de trabalho apresentado pelo advogado. A solenidade contou com a presença de artistas locais e demais membros da entidade.

A ocupação do lugar vinha desde 2003, quando foi convidado pelo então presidente Amaro Mathias da Silva. Como parte da tradição, o acadêmico tem como primeira tarefa elaborar um trabalho evidenciando a obra do patrono, para, então, tornar-se titular da cadeira. “Para mim é uma grande responsabilidade ocupar um espaço na academia que era do gênio Álvaro Lins”, afirma Antônio Claudio.

Diferente de outros escritores que foram evidenciados pela influência de Caruaru nos trabalhos literários, não existe sequer um texto de Álvaro Lins que faça referência à Capital do Agreste. “Mas isso não é um fator que desmereça a importância dele (Álvaro Lins) para o cenário literário caruaruense e brasileiro. Até porque Lins não era reconhecido como crítico literário. Ele era um autodidata”, explica.

A Acaccil é uma entidade lítero-cultural sem fins lucrativos, fundada em 18 de maio de 1982, que tem como finalidade principal a prática de atividades ligadas à cultura geral, à preservação das tradições históricas e da memória dos homens ilustres de Caruaru. É composta de 40 vagas a serem preenchidas por pessoas de notório reconhecimento e mérito. Ao longo de três décadas de existência, tem promovido oficinas de arte, concertos, lançamento de livros, exposições e palestras.

BIOGRAFIA
Antônio Claudio Pedrosa, de 68 anos, é formado em Ciências Sociais pela Fafica e em Direito, na Asces. É pós-graduado em História Econômica pela Universidade de Vassouras, no Rio de Janeiro. Já exerceu a função de professor universitário nas cadeiras de História das Ideias Políticas Sociais e História do Brasil. Por duas vezes ocupou o cargo de secretário de Educação e gestor do Colégio Municipal Álvaro Lins. Atualmente, é advogado da Funase.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro