24 de janeiro de 2012 às 18h16min - Por Mário Flávio

Após a reunião de monitoramento sobre as chuvas o prefeito Zé Queiroz (PDT) recebeu os jornalistas para uma mini coletiva na sala de apoio do Centro Administrativo. Ao lado dele, estava o político Reginaldo França (PMDB). Após concluir as entrevistas, o prefeito anunciou aos jornalistas, que França é o mais novo integrante da equipe de governo. “Gostaria de comunicar a vocês que o Reginaldo França é a partir de hoje assessor especial do meu gabinete”, disse o prefeito.

O peemedebista foi pego de surpresa com a declaração do prefeito. França não quis gravar entrevista, disse que ainda precisar ter uma conversa com o Chefe do Executivo. No entanto, ele falou sobre o PMDB. “Vou até o fim na disputa pelo partido. Sei que não é fácil, mas vou brigar”, disse. Ele entrou na justiça contra o atual presidente do diretório, Adjar Soares, e quer retomar o comando do partido. Reginaldo presidiu o PMDB durante os sete anos e três meses da gestão de Tony Gel e permeneceu no cargo no mandato tampão de Neguinho Teixeira. Na eleição de 2008, o PMDB apoiou a candidatura de Rivaldo Soares, que na época estava filiado ao PPS.

No ano passado, ele perdeu a direção da legenda para o empresário Adjar Soares. A nomeação de Reginaldo França é polêmica. Alguns vereadores da base do prefeito e aliados históricos de Queiroz, nunca aceitaram a aproximação de ambos. O peemedebista foi um dos secretários mais fortes na época em que Tony Gel era prefeito e ficou até o fim da gestão de Neguinho, sendo um dos políticos mais próximos de Teixeira nos nove meses em que ele esteve a frente da prefeitura.

A nomeação de Reginaldo França não agrada a alguns inetrantes da Frente Popular

 


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro