29 de novembro de 2013 às 10h55min - Por Mário Flávio
Prefeito descartou encontro e criticou a postura do Sindicatos e dos líderes do movimento

Prefeito descartou encontro e criticou a postura do Sindicato e dos líderes do movimento

Em entrevista ao repórter Wagner Gil o prefeito Zé Queiroz (PDT) desdice o secretário Antônio Ademildo. No início dessa semana, Ademildo concedeu entrevista e garantiu que iria haver uma conversa do Chefe do Executivo com os principais líderes do movimento. No entanto, Queiroz garantiu que não tem conversa com os docentes.

“Não, não é verdade. Se o sindicato quisesse ser recebido por mim, não agiria como agiu. Começaram o diálogo com a mesa de negociação e ajustaram 33 pontos. Só porque não avançaram no financeiro, rasgaram o que tinha acertado. Não pretendo recebê-los porque o movimento dos professores é marcado pelo profundo desrespeito com autoridade municipal, na figura do prefeito e do vice-prefeito, porque aqui somos eu e Jorge administrando. Além do mais, dizem coisas que não são verdadeiras. O que fica bem claro é que pagamos o melhor salário do Interior, com 30% a mais do que o piso para o efetivo. A questão financeira está superada. Não tem nem porque discutir. Não tem motivo para greve, isso é balela dos professores. Estamos passando isso para a imprensa, para que ela seja nosso advogado. Batemos todos os recordes de investimentos na educação”, disse.

A entrevista completa será publicada no Jornal Vanguarda desse sábado.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro