5 de janeiro de 2012 às 07h35min - Por Mário Flávio

Em indiretas, Wolney cita que defender empregos indicados é forma pobre de fazer política

Na semana passada, o vereador Rogério Meneses voltou a criticar o que ele chama de falta de sensibilidade do prefeito José Queiroz com seus aliados políticos. O petista não foi à festa de aniversário de Queiroz no dia 30 de dezembro e isso porque já não se sentia à vontade em estar no mesmo ambiente do prefeito. Entre as críticas mais recentes, o ex-presidente da Câmara Municipal de Caruaru alega que Queiroz vem demitindo funcionários da prefeitura que ele teria indicado. Quem parece não estar gostando dessa atitude de Rogério, é o deputado federal Wolney Queiroz (PDT), filho de Zé.

Em seu perfil do twitter, Wolney mesmo sem citar Rogério deixou alguns recados ao petista: “Lamentável saber q existe político que limita sua atuação política a obtenção de empregos públicos para apaniguados. O povo espera mais” @WoneyQueirozM. Ele não cita nomes, mas é fácil saber que se refere ao violeiro. Rogério Meneses havia citado, revoltado, que uma das pessoas indicadas por ele, que teria sido demitida pelo prefeito, teria tentado cometer suicídio. Quanto a essa postura, Wolney respondeu: “Passei muitos anos fazendo política na oposição e aos 3 níveis d governo. Pobre do político q restringe atuação ao cabide d emprego públicos”, @WolneyQueirozM.

Atualmente, o diretório do PT reforça que não há como sair da base da Frente Popular em Caruaru, mas que há conflitos pessoais, como o de Rogério Meneses, que afetam negativamente a relação do partido com a atual gestão.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro