22 de janeiro de 2018 às 08h51min - Por Mário Flávio

O deputado federal e presidente do PDT em Pernambuco, Wolney Queiroz, negou que tenha sido a mando dele a demissão de Túlio Gadelha do Iterpe. Após fazer visitas sem comunicar ao partido e nem ao secretário de Agricultura, Wellington Holanda, o namorado de Fátima Bernardes foi demitido e passou pouco mais de um mês no cargo. Por meio de nota, o deputado caruaruense informou que o secretário, indicado pelo próprio Wolney, tem autonomia. Segue a íntegra do texto:

“A exoneração de Tulio Gadelha foi um ajuste administrativo, decidido pelo próprio secretário, Wellington Batista – que tem total autonomia na condução da pasta.

A nome do substituto, Dr. André Negromonte, foi encaminhado pelo partido e prontamente aceito pelo governador Paulo Câmara.

André é um homem do diálogo e da mediação, e esteve, durante nove anos, à frente da Superintendência do Ministério do Trabalho, por indicação do PDT.

Wolney Queiroz”.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro