4 de setembro de 2013 às 11h25min - Por Mário Flávio
O presidente da Casa acredita que o voto secreto vai ser abolido da Câmara. A imagem é de Wladimir Barreto/Secom Câmara

O presidente da Casa acredita que o voto secreto vai ser abolido da Câmara. A imagem é de Wladimir Barreto/Secom Câmara

Os vereadores de Caruaru devem seguir o exemplo do Congresso Nacional e o voto secreto está com dias contados. Pelo menos esse é o discurso de alguns edis, que foram procurados pela equipe do blog. O presidente da Casa, Leonardo Chaves (PSD), por exemplo, explicou que o voto aberto faz bem ao atual momento vivido no Brasil. “Estamos numa democracia e não cabe mais o voto secreto, o voto aberto é importantíssimo e é o caminho de todos os poderes legislativos desse país. Vereador, deputado ou senador deve transparência no que faz e a major forma é abrir o voto pra tudo e deve ser assim aqui na Câmara”, pontuou.

O líder da oposição na Câmara, vereador Val (DEM), também se posicionou pelo fim do voto secreto. “Eu concordo com o voto aberto. Quem não teme, não deve e não tem nenhum problema em esconder o voto. Sou totalmente a favor do voto aberto”, expôs. Pelo menos nesse aspecto houve consenso entre Val e Marcelo Gomes (PSB). “A Câmara está de parabéns! Os deputados tomaram a decisão correta, temos que acabar com o voto secreto, principalmente quando se trata da cassação de parlamentares, para evitar o que ocorreu na semana passada, quando um deputado federal saiu de um presídio para ser absolvido na Câmara. Isso demonstra que alguns parlamentares se escondem por meio do voto secreto. Acho importante que aqui em Caruaru a gente já comece a discutir essa questão. Na última semana eu me posicionei e pedi que a minha assessoria faça um levantamento para que possamos criar um projeto de resolução sobre o fim do voto secreto. Nós somos homens públicos e precisamos nos posicionar”, disse.

Em 2011 houve uma reformulação do Regimento Interno e o então presidente da Câmara, Rogério Meneses (PT), defendeu o fim do voto secreto. No entanto, a maioria decidiu em manter esse tipo de votação.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro