21 de janeiro de 2014 às 22h26min - Por Mário Flávio

20140121-222559.jpg

Como era esperado foi anulada a votação que autorizou o município a contrair um empréstimo de R$ 250 milhões para criar o sistema BRT no município. Após uma hora de atraso a sessão foi iniciada e os edis decidiram por unanimidade pela anulação. A cada voto a população que lotou as galerias da Câmara Municipal aplaudia e comemorava com muito barulho. Os aplausos e clamor logo foram substituídos por vaias, principalmente após o anúncio do presidente da Casa, Leonardo Chaves (PSD), que decidiu iniciar o debate sobre uma nova votação do BRT já na quarta-feira (22), às 15h.

“Vamos chamar os técnicos da prefeitura para que eles expliquem os detalhes desse projeto, principalmente aos vereadores novatos, que ainda não conhecem os detalhes desse empréstimo, já que os outros conhecem o teor do mesmo que foi debatido a exaustão aqui na Casa com a realização de audiências públicas”, disse.

O projeto pode ser votado já amanhã a noite, quando será realizada outra sessão extraordinária, como explica o próprio Leonardo. “Vai depender do entendimento dos vereadores. Se eles entenderem o projeto, já poderemos encaminhar ainda essa semana essa uma nova votação, já que todos conhecem o projeto”, disse. O presidente garantiu ainda que uma nova votação foi uma recomendação do Ministério Público de Pernambuco.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro