20 de maio de 2012 às 23h43min - Por Mário Flávio

O racha evidente no PT do Recife pode ter respingos em Caruaru. O alerta foi dado pelo vereador Rogério Meneses. O violeiro usou à Tribuna e disse que se João da Costa confirmasse a vitória, a divisão na Frente Popular seria pra valer. “O senador Armando Monteiro já disse que não sobe no palanque de João da Costa e caso isso aconteça o grupo alternativo rompe com o PT. Nesse grupo estão PTB e PDT, caso isso aconteça poderemos ter a mesma postura de rompimento aqui em Caruaru”, disse.

O senador Armando Monteiro não anunciou oficialmente se será candidato a prefeito do Recife, mas pelas primeiras palavras após as prévias, o bloco deve mesmo apresentar um nome para disputar a prefeitura. “O que estamos assistindo é um episódio lamentável, um racha irreversível no PT. Com isso, entendemos que a tese de uma candidatura alternativa da Frente Popular ganhe mais chances de prosperar’, enfatizou.

Nesta segunda-feira o senador Armando Monteiro reune o bloco alternativo para fazer uma avaliação do quadro pós-prévia do PT. A situação é complicada pelo fato do PTB ser um dos partidos mais fieis ao prefeito Zé Queiroz. Outra questão delicada é do deputado federal Paulo Rubem (PDT). Ele quer ser candidato a prefeito e é outro que não simpatiza com João da Costa.

Paulo Rubem recebeu o aval do prefeito Zé Queiroz, que também é presidente estadual do PDT, para que o partido tenha candidatura própria. No entanto, não existe por parte da direção do PDT a intenção de ir contra João da Costa, situação que poderia complicar a ida do PT para o palanque de Queiroz.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro