5 de março de 2013 às 08h55min - Por Mário Flávio

Reunião do Parlamento Jovem no Sindloja

Desde que Leonardo Chaves (PSD) foi eleito presidente da Câmara Municipal de Caruaru que alguns vereadores jovens comemoram a possível ajuda do novo presidente para o inerte Parlamento Jovem. Houve dissidência do vice-presidente Edweiss Arnaldo (PDT) com o presidente Paulo Tôrres (PR), com ele afirmando que o PJ iria andar e que as proposituras e requerimentos iriam finalmente sair do papel.

O novo presidente da Casa até que ajudou, cedeu a Câmara e criou uma Comissão da Juventude na Câmara oficial, composta pelos vereadores Jajá (PPS), Sivaldo Oliveira (PP) e Gilberto de Dora (PSB). O presidente é Jajá, que ainda veio para o encontro que os vereadores jovens chamaram de Audiência Pública, para debater as novas vagas do Parlamento Jovem. Além de Jajá o tucano Eduardo Cantarelli também esteve no encontro, que mostrou a verdadeira intenção de alguns grupos em indicar vereadores jovens para compor uma nova Câmara.

Na verdade, na sessão da quinta-feira, 28 de fevereiro, os vereadores jovens mostraram mais uma vez que ainda desconhecem os procedimentos Legislativos. Trouxeram para a sessão todos os pedidos que estavam parados nas mãos de Paulo Tôrres. O vice-presidente do PJ, Edweiss Arnaldo, garantiu que os mesmos iriam entrar na pauta da reunião e o que houve foi motivo de piada entre os assessores legislativos sobre o PJ.

O blog procurou vários vereadores, os quais mostraram indiferença ao PJ, um projeto que iniciou com debates interessantes, mas que do jeito que está, pela maneira que vem sendo discutido, terá um futuro fadado ao fracasso.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro