21 de agosto de 2013 às 09h55min - Por Mário Flávio
MarceloGomes

Marcelo Gomes cogitou comissão para se reunir com representantes da UPE – Foto: Assessoria

As recentes mobilizações de estudantes da Universidade Estadual de Pernambuco (UPE) contra a redução de verba e número de vagas na instituição, em acordo firmado no final de 2012, chamaram atenção do vereador Marcelo Gomes (PSB), que defendeu, nessa quinta na Câmara de Caruaru, a criação de uma comissão de vereadores se reúna com representantes do Campus caruaruense e universitários para talvez achar alternativas para a redução.

No contexto

Estudantes de luto pela redução de vagas na UPE em Caruaru

“A reitoria da UPE vai reduzir em 50% o numero de vagas e isso tem mobilizado os estudantes e também professores. Um professor da instituição chegou a entrar em contato comigo para falar sobre o assunto. Acredito que uma comissão formada por vereadores da Casa poderia se reunir com membros da universidade, pelo menos para que saibamos o motivo dessa redução e se possível, tentar reverter essa situação. É uma questão suprapartidária, não é porque sou do partido do governador Eduardo Campos que eu não posso reconhecer esse isso. Considero essa redução um retrocesso na interiorização do Ensino Superior em Pernambuco”, explicou Marcelo.

Na verdade, a justificativa para reduzir as vagas seria de direcionar mais recursos para outras unidades regionais da UPE. Segundo o vereador Evandro Silva (PMDB), membro da oposição, é preciso avaliar se há estrutura para que o campus mantenha as vagas. “É importante colocar isso em discussão, mas ao meu ver talvez esteja a coordenação da universidade esteja certa, pois às vezes pode haver um número insuficiente de matriculados nos cursos, enquanto há um custo alto pata manter professores. É preciso avaliar junto à reitoria da universidade qual a realidade do perfil pedagógico da UPE em Caruaru”, ressaltou.

Está marcada para esta semana uma reunião entre estudantes dos Centros Acadêmicos de Administração e Sistemas da Informação com o prefeito Zé Queiroz (PDT), para avaliar possibilidades de como o município pode pedir soluções ao governo do estado sobre o assunto. Já na segunda (19), o deputado estadual Tony Gel (DEM) apresentou indicação para que não se reduza o quantitativo de vagas no campus.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro