17 de maio de 2013 às 07h55min - Por Mário Flávio

20130516-222316.jpg

A Câmara Municipal de Caruaru ficou lotada de agentes de saúde na noite dessa quinta (17). O motivo: o requerimento apresentado pelo vereador Gilberto de Dora (PSB), para que se cumpra lei municipal de 2011, que implanta incentivos de custeios e o Plano de Cargos e Carreiras da categoria.

“É preciso registrar que foi iniciativa do prefeito Zé Queiroz (PDT) ainda na gestão passada, quando a prefeitura regularizou a profissão no município e fixou o Plano de Cargos e Carreiras, o que revela o comprometimento com a melhoria das condições de trabalho dos agentes. No entanto, esse pedido se fez necessário, pois é preciso agilizar a efetivação do plano”, defendeu Gilberto.

Além das reivindicações dos profissionais, o pedido também foi evidenciado porque a oposição, especialmente o vice-líder Evandro Silva (PMDB), criticou o fato de se pedir para cumprir o que já está na lei. “É curioso que Gilberto, que é da base do governo, tenha que requerer que o prefeito cumpra o que já foi acordado com a categoria. Na verdade, quem deveria cobrar da prefeitura esse cumprimento é o Ministério Público, enquanto órgão fiscalizador. Infelizmente, isso mostra as deficiências do serviço de saúde em Caruaru”, alfinetou Evandro.

Ainda assim, para a presidente da Associação Municipal dos Agentes Comunitários de Saúde, Ana Régia, os profissionais esperam um retorno positivo da gestão, para garantir equiparação salarial e insalubridade. “Desde a gestão passada que nós levantamos as bandeiras para regularização da categoria. Nós chegamos a um acordo e a lei foi enviada pelo prefeito ainda em 2011, mas nós esperamos que nossos direitos sejam contemplados, já que nós esperamos a equiparação do salário ao piso de R$ 950, já que hoje recebemos R$ 871; assim como esperamos o pagamento de nossa insalubridade e a efetivação do Plano de Cargos e Carreiras”, avaliou. Ainda segundo a presidente, atualmente existem 454 agentes de saúde e eles aguardam também o pagamento do terço das férias para o final de maio.

A Associação vem realizando desde o início de 2013 reuniões com o prefeito e com a secretaria de saúde, com o objetivo de analisar a pauta de reivindicações.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro