28 de julho de 2017 às 13h12min - Por Mário Flávio

Professores

Do G1 Caruaru

A Câmara de Vereadores de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, votou nesta sexta-feira (28) em reunião extraordinária, oito projetos encaminhados pelo poder executivo municipal. A sessão começou com mais de uma hora de atraso. Durante a votação, um grupo de professores protestou e pediu um plano de valorização para a categoria. A votação foi em primeira discussão.

Antes da votação, vereadores da oposição se reuniram e decidiram se abster da votação do projeto que versa sobre a seleção dos gestores das escolas da rede municipal. O líder da oposição, Alberes Lopes, disse que existem pontos positivos, mas como retira direitos dos professores, a bancada fechou questão e se absteve da votação.

Foram 18 votos a favor. Os vereadores Marcelo Gomes (PSB), Zezé Parteira (PV) e Daniel Finizola (PT) votaram contra. Se abstiveram da votação desse projeto Alberes Lopes (PRP) e Galego de Lajes (PSD). Outros seis projetos foram aprovados por unanimidade e o que cria o Programa Nota Fiscal Premiada foi aprovado por maioria absoluta.

Manifestação
Houve uma manifestação de um grupo de professores ligados ao Sinteduc, que alegam não ter tido diálogo com a categoria. Os docentes lotaram as galerias da Casa e informaram que vão iniciar um calendário de manifestações para reclamar sobre a decisão do Executivo e vereadores.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro