9 de outubro de 2012 às 22h13min - Por Mário Flávio

Durante a primeira sessão pós-eleições, alguns lamentaram e outros comemoraram resultados

Foi realizada nessa terça-feira (09) à noite a primeira sessão ordinária da Câmara Municipal de Caruaru na ACACCIL, após a eleição. Na Tribuna muitos discursos e análises sobre o resultado do pleito. O primeiro a usar a Tribuna foi o vereador Bruno Lambreta (PSD). Ele fez um discurso emocionado e lembrou do pai e ex-vereador Lambreta.

No discurso ele agradeceu aos votos obtidos e disse que mesmo sem o mandato, vai continuar trabalhando em prol do povo. “Saio fortalecido desse mandato. Agradeço a todos pelos votos e temos a certeza que demos a nossa contribuição para que o prefeito Zé Queiroz fosse reeleito”, pontuou o pessedista.

O vereador Adolfo José (PSD) foi o segundo a usar à Tribuna. Ele parabenizou aos vereadores eleitos e foi solidário com os demais colegas de Câmara que não conseguiram se reeleger. O presidente do PSD local ainda fez um balanço das conquistas do partido em nível nacional. “Em Caruaru, tivemos mais de 17 mil votos, lamentamos pela não eleição dos seis candidatos a vereador, mas saímos fortes desse pleito. Peço aos companheiros que continuem firmes com o partido”, pontuou.

Outro vereador do PSD a usar à Tribuna foi Dr. Demóstenes. Ele foi o campeão de votos nessa eleição e lamentou a não reeleição de alguns vereadores. “Sinto por alguns companheiros que não estarão de volta na próxima legislatura. Foram companheiros que tiraram a Câmara da lama, mas eleição é assim mesmo, uns ganham e outros perdem. Tenho a certeza que os próximos eleitos vão saber honrar os compromissos prometidos em praça pública”, espera.

O vereador Zé Carlos do Sindicato (PSC) também analisou a eleição e preferiu não ficar lamentando o resultado, já que ele não conseguiu a reeleição. “Me solidarizo com os companheiros que não conseguiram a reeleição, mas a vida continua. Desde a segunda que já comecei tudo de novo e mesmo sem mandato vou continuar contribuindo para o desenvolvimento da cidade”, argumento.

O comunista Edmilson do Salgado (PCdoB) fez questão de usar à Tribuna para agradecer aos eleitores e aos companheiros de chapa. Ele lembrou que eram 291 candidatos, o que dificultou muito a reeleição. “Só nos bairros São João da Escócia e Salgado, tivemos 23 candidatos e mesmo assim conseguimos a vitória com mais votos que na eleição de 2008. Obrigado a todos que acreditaram em mim para continuar representando a todos aqui, mas lamento pelos companheiros que perderam a eleição”, disse.

O presidente da Câmara, Lícius Cavalcanti (PCdoB), usou à Tribuna e analisou a derrota nas urnas. Ele disse que recebe o resultado de forma tranquila, já que considera o mandato importante para a sua história, já que a atual legislatura mudou a imagem de uma gestão desgastada. “Saímos de um momento de uma imagem complicada para Caruaru quebramos um paradigma, principalmente com a independência da Casa. Temos a certeza que daqui pra frente a relação de submissão ao Executivo vai ser diferente”, explanou.

O pedetista Zé Ailton fez um discurso para enaltecer a vitória do prefeito Zé Queiroz. Ainda com o palanque armado o vereador detonou a oposição e disse que a resposta foi dada nas urnas. O petebista Ranilson Enfermeiro agradeceu aos mais de quatro mil votos obtidos na cidade e na zona rural.

O tucano Diogo Cantarelli (PSDB) foi o último a discursar na Casa Jornalista José Carlos Florêncio. Ele foi candidato a vice na chapa de Miriam Lacerda (DEM). Ele disse que saiu honrado da eleição. “Vou terminar o meu mandato com muita honra, mas vou cobrar todas as promessas que o atual prefeito fez. Ele disse que ia entregar três UPAs até dezembro, os calçamentos, enfim, tudo o que foi colocado no guia”, explanou.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro