28 de novembro de 2012 às 09h55min - Por Mário Flávio

Ainda na última reunião do Parlamento Jovem de Caruaru (PJC), realizada no dia 21 de novembro, o vereador jovem Cleyton Feitosa (ArtGay) apresentou um requerimento solicitando à prefeitura municipal a criação de uma Secretaria de Direitos Humanos. De acordo com ele, o objetivo do pedido foi ampliar a discussão sobre a necessidade de a cidade comportar uma secretaria que abrangesse a garantia de diferentes segmentos sociais.

No contexto

Vereadores jovens querem estender duração de mandato e realizar reuniões itinerantes em Caruaru

“É necessário territorializar na gestão municipal ações voltadas para o combate à desigualdades sociais, bem como fortalecer a garantir dos direitos humanos. Esse organismo alinharia a prefeitura municipal às políticas desenvolvidas pelo governo de Pernambuco e Governo Federal, que já contam com secretarias deste tipo. Para isso, a secretaria municipal iria atender planos nacionais como o dos Direitos Humanos III, Plano Nacional e Estadual LGBT”, justificou Cleyton.

De fato, a ampliação dos trabalhos da prefeitura nessa área, poderia desafogar essas demandas que já são, em parte, acumuladas pela Secretaria Especial da Mulher, que ganhou destaque na atual gestão e conseguiu transferir ações para outras áreas sociais. Pela ideia levantada pelo parlamentar jovem, uma nova pasta atenderia políticas voltadas para a população LGBT, negros, idosos, pessoas com deficiências e demais segmentos minoritários, o que, em tese, poderia ter mais alcance do que uma diretoria secundária na gestão.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro