5 de abril de 2013 às 08h25min - Por Mário Flávio

20130405-082947.jpg

O líder da oposição na Câmara de Caruaru, vereador Val (DEM), usou a Tribuna da Casa para responder aos governistas sobre as acusações de polarização do movimentos dos professores. Encabeçada pelo líder do governo na Câmara, Dr. Demóstenes (PSD), a bancada governista disse que a intenção dos professores é desmoralizar aos vereadores e tem a intenção de fazer política. O democrata não bateu de frente com os integrantes da base, mas disse que não procede o argumento.

No contexto

Em novo protesto dos professores na Câmara de Caruaru, vereadores dizem que manifestação é partidária

Ele citou algumas lideranças e disse que o problema era a falta de diálogo, que ocorreu desde o início do processo. “Respeito a opinião de Demóstenes, mas não acredito que João Lyra, Raquel e muito menos Miriam esteja por trás disso”, disse o democrata, que teve a concordância do próprio Demóstenes, quando Val usava a Tribuna.

O líder da opinião ainda citou o derrotada de alguns governistas para mostrar que o atual governo passa por dificuldades. “Será possível que esses professores estariam nesse luta todas as terças e quintas para fazer política? Não acredito nisso, é uma maneira que eles usaram para pressionar essa Casa para irmos até o prefeito. O problema aqui Demóstenes é que os vereadores da base do governo afirmam que está tudo a mil maravilhas e o engenheiro Kiko Beltrão, ex-aliado do prefeito Zé Queiroz concedeu uma entrevista e não foi isso o que ele disse. Ele deixou a base e mais gente vai sair”, disse.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro