2 de dezembro de 2017 às 16h55min - Por Mário Flávio

Nesta sexta-feira (1º), o novo diretor-presidente do Instituto de Terras e Reforma Agrária de Pernambuco (Iterpe), Túlio Gadelha, tomou posse oficialmente no órgão. O ato realizado na sede do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), no Recife, contou com a presença de representantes de vários movimentos sociais, entre eles do MST, Fetape, CPT, Fetraf e Via do Trabalho. O Iterpe é ligado à Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária de Pernambuco e o presidente chega com a missão de intensificar a execução da política agrária, de regularização, ordenação e reordenamento fundiário rural de Pernambuco.

“Queremos pensar uma nova lógica para o desenvolvimento rural das forças produtivas dos assentamentos em Pernambuco. É fundamental investir no social, mas é preciso que avaliemos se estamos atingindo os objetivos pretendidos. A parceria com os movimentos sociais e com os demais órgãos vinculados da Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária será fundamental para que possamos promover meios para o desenvolvimento ambiental e socioeconômico destas famílias”, destacou Túlio.

O presidente também falou sobre como pretende intermediar os possíveis conflitos pela posse de terras. “Queremos sempre o caminho do diálogo. Acredito que por nossa origem ser dos movimentos sociais isso ajudará a intermediar qualquer tipo de conflito que possa vir a ocorrer em Pernambuco e este canal entre o Iterpe e os movimentos sociais estará aberto sempre”, acrescentou.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro