TSE aprova relatório parcial da apuração do 1º turno das Eleições 2022 no Rio, Pará, Piauí e Paraná

Jorge Brandão - 19.10.2022 às 08:55h
Foto: Antonio Augusto

A ministra do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Cármen Lúcia apresentou, na sessão plenária dessa terça-feira (18), a análise dos recursos e documentos referentes à apuração dos resultados do primeiro turno das Eleições Gerais de 2022 nos cargos de presidente e vice-presidente da República, nos estados do Rio de Janeiro, Paraná, Pará e Piauí. Essas unidades da Federação compõem o Grupo 4 dos seis blocos de estados que foram designados para a relatoria dos ministros do TSE.

Segundo Cármen Lúcia, a Secretaria de Tecnologia da Informação da Corte Eleitoral emitiu os relatórios dos resultados de totalização do primeiro turno do pleito deste ano no dia 4 de outubro. Em seguida, foram oficiados os Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) para que apresentassem eventuais recursos apresentados perante as juntas eleitorais ou contra o resultado geral divulgado pela Comissão Apuradora das Eleições.

A relatora do Grupo 4 afirmou que, em resposta, os TREs do Pará, do Paraná e do Piauí informaram que não houve qualquer impugnação ou recurso a respeito do resultado das eleições. O TRE-RJ informou que houve a apresentação de uma impugnação perante a 72ª Junta Eleitoral, já resolvida, por parte de uma eleitora que alegou ter sido impedida de votar.

“Ausentes recursos, impugnações ou qualquer dúvida que pudesse alterar os resultados do primeiro turno das Eleições de 2022 para os cargos de presidente e vice-presidente da República, eu estou votando no sentido de aprovar o relatório parcial do resultado da apuração das circunscrições que integram o Grupo 4”, concluiu.