26 de junho de 2017 às 06h54min - Por Mário Flávio

O TRE Pernambuco enviou equipe para apurar notīcias de violência na campanha eleitoral para eleições suplementares de Belo Jardim, que vai acontecer no próximo domingo, 2 de julho. O presidente do TRE PE Antonio Carlos Alves da Silva, pediu reforço para o Governo do Estado.

Na semana passado, segundo o TRE, o homicídio ocorrido após um comício, está sendo apurado pela delegacia local, por se tratar de briga de grupos rivais, provavelmente com suspeita de drogas.

Entraram em conflito nas imediações do evento, tendo a vítima corrido para esconder-se entre as pessoas que estavam no evento, sendo perseguido e vitimado pelos seus algozes.

O GATI (Grupo de Ações Táticas) do 15º BPM, que estava realizando a segurança do comício, agiu rapidamente e deteve alguns suspeitos, ainda com ferimentos de perfurocortantes que procuraram o posto de saúde local, conduzindo para delegacia.
Após a ação, chegou reforço do BEPI ( antigo CIOSAC) para atuar até o final do pleito.

A Assessoria de Segurança Institucional do TRE-PE, mandou uma equipe que está atuando no controle dos ilícitos eleitorais.
Por determinação do Presidente, serão encaminhavas mais quatro equipes da ASSEG/TRE-PE, para atuação no pleito. A eleição em Belo Jardim vai ser realizada no próximo domingo devido a cassação do ex-prefeito João Mendonça.

As convenções foram realizadas no dia 25 de maio e os candidatos apresentados pelos partidos são:

Hélio dos Terrenos (PTB). Ele foi um dos candidatos nas eleições passadas, quando obteve 14.015 votos. O vice é Silvano Galvão (PTB);

Gilvandro Estrela (PV). Ele é o atual prefeito interino e presidente da Câmara Municipal. O vice é Jonas Torres, conhecido como Pitombra da Lotação (DEM).

O terceiro candidato é o empresário Luiz Carlos (PSB). Ele era o vice-prefeito de João Mendonça. A vice é a professora e ex-secretária de Educação do município, Elizabeth Gomes (PSB).


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro