17 de setembro de 2013 às 17h17min - Por Mário Flávio

marciano-filho

O Tribunal Regional Eleitoral de PE concedeu, na tarde desta terça (17), direito de defesa ao vereador de Agrestina Marciano Filho (PTB), relativo ao processo em que havia sido já condenado a cassação de seu mandato. Em contato com o blog, Marciano explicou que a justiça acatou a defesa dele de que houve erro material no julgamento anterior.

“Houve erro material, pois o advogado que estava comigo antes não entrou em tempo hábil com o agravo regimental para proceder com a defesa. Fui condenado à revelia. Agora minha expectativa é boa, pois a justiça acatou minha defesa e isso significa, de forma prática, que empatamos o partida aos 48 minutos do segundo tempo e vamos virar esse jogo”, explicou Marciano. Para que se entenda, condenação à revelia se refere a quando por falta de interesse ou descuido do advogado do réu, não há apresentação de defesa satisfatória.

Agora, tribunal julgará agravo regimental impetrado pela defesa do vereador. O TRE havia solicitado a cassação em julho, sob acusação de desviar recursos do antigo FUNDEF, quando secretário de finanças no governo municipal de Josué Mendes (2001 a 2008).

Ele obteve 616 votos em 2012 e ficou na primeira suplência pelo PTB, assumindo depois o mandato no lugar de Paulo Sargento, chamado para ser Secretário de Obras.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro