11 de março de 2013 às 09h55min - Por Mário Flávio

Por determinação do Ministério Público a Torcida Organizada Comando Alvinegro vai perder as regalias junto a diretoria centralina. A partir desse semana o espaço no estádio, que serve como sede da TOC, vai ter que ser desocupado pelos integrantes. “Não tem o que fazer, é uma decisão do Ministério Público e tenho que cumprir”, disse o presidente do Central, Sivaldo Oliveira.

Além disso, a cota de 500 ingressos, repassada por jogo para a torcida também será cortada, já que é outra determinação do MPPE. A decisão foi tomada após os incidentes envolvendo as torcidas de Central e Sport, quando houve uma briga generalizada e vários veículos foram danificados.

Na verdade a TOC nunca foi bem aceita pela maioria dos torcedores e todas as vezes que o time não anda bem dentro de campo, a torcida faz pressão em cima da diretoria.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro