30 de abril de 2013 às 08h15min - Por Mário Flávio
Os rivais históricos da política de Caruaru continuam com a reaproximação. A foto acima foi no lançamento do voto biométrico

Os rivais seguem se reaproximando. A foto de Paulo Roberto Filho foi no lançamento do voto biométrico em Caruaru

O deputado estadual Tony Gel (DEM) ratificou hoje pela manhã na Rádio Liberdade, em entrevista ao radialista Sócrates da Silva, o que disse na entrevista do Programa Conteúdo, quando comentou a possibilidade de votar no vice-governador e ex-desafeto político, João Lyra (PDT), para governador na eleição de 2014. Com mais ênfase, o democrata garantiu que se o candidato de Eduardo Campos ao governo, for mesmo João Lyra, ele deve votar em no ex-adversário.

“Já está na hora de Caruaru ter um candidato com chances de governar Pernambuco. Disputamos outras eleições no passado, mas eu sei separar muito bem as coisas e digo o que disse antes, não vejo nenhuma dificuldade em votar em João para governador, caso ele seja o candidato de Eduardo Campos, mas ainda não tenho compromisso para isso. O meu compromisso com Eduardo é votar nele para presidente, mas se o nome mesmo for o de João, posso votar nele, para Caruaru seria muito bom”, disse.

Com os dois pés na Frente Popular, o ex-prefeito de Caruaru não tem o mesmo sentimento se o candidato fosse Zé Queiroz ou Wolney, ambos do PDT. “Nesse caso eu teria muitas dificuldades para votar, mas no caso de João, a situação é diferente, teria muita facilidade em votar nele. Tomara que isso aconteça, mas sei que tem o secretário Tadeu Alencar, que é outro nome forte na disputa”, disse.

As declarações de Tony Gel só ratificam a reaproximação entre ele e o vice-governador, que desde antes da eleição de 2012, seguem com uma boa relação. Os dois se encontraram na semana passada no aniversário do presidente da Assembleia, Guilherme Uchôa (PDT), e houve uma breve conversa sobre o assunto.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro