1 de dezembro de 2013 às 10h47min - Por Mário Flávio

20131201-104536.jpg
O deputado estadual Tony Gel usou a palavra e explicou os motivos de ter se filiado ao PMDB. Ele disse que foi uma decisão pensada, já que ele fazia parte faz 20 anos do DEM. Para isso. Ele justificou as presenças de aliados no partido.

“Eu passei mais de 20 anos em um só partido, sempre fui meio contrário a essa ideia de mudar sempre de partido. Mas para para mim não mudei de casa, apenas de cômodo. Eu sempre considerei o PMDB a minha casa e talvez por isso, fui tão bem recebido nesse partido. Eu estou muito feliz pelo fato de ter a companhia de Ricardo Costa e Gustavo Negromonte na Assembleia. Depois por ser liderado pelo senador Jarbas Vasconcelos, que é um representante do Brasil, sendo uma referência nacional”, disse.

Na sequência, Gel fez referência ao presidente do PMDB de Vitória, Alexandre Ferrer. “Quando eu fui me filiar ao partido procurei saber quem eram as lideranças que faziam parte da executiva estadual e encontrei o nome de Alexandre Ferrer, um amigo desde 1982, quando ainda era narrador esportivo. Estou muito feliz com Miriam Lacerda, que teve a honra de ser a vice de Jarbas na eleição de 2010. Vou dar a minha contribuição para que o partido cresça ainda mais”, disse Tony Gel.

 


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro