6 de dezembro de 2013 às 13h14min - Por Mário Flávio

TONY E MIRIAM 2

Por Ana Rebeca Passos

Em entrevista concedida a Rádio Liberdade nesta sexta-feira (05), o deputado estadual Tony Gel e a ex-deputada Miriam Lacerda, ambos do PMDB, fizeram um balanço do que foi o ano de 2013. Entre os principais fatos que surpreendeu a política caruaruense foi a mudança de partido, saindo do DEM para o PMDB. Os ex-democratas lembraram como ocorreu a mudança e os motivos para isso acontecesse.

“Devo muito ao democratas. Foram mais de 20 anos no partido, mas chega uma hora que você precisa mudar. O partido estava bastante fragilizado, e como ainda não havia se manifestado, saímos do DEM e fomos para o PMDB e estamos bem a vontade. O PMDB é um partido que nós conhecemos e já temos uma longa história de amizade com o partido”, disse Miriam Lacerda.

Tony Gel explicou que a decisão de mudar de legenda foi motivo de incompreensão de muitos, mas ele fez questão de frisar sobre a decisão. “Houve algumas incompreensões, e má fé, ate por divulgação de adversários. Por várias vezes o PMDB marchou junto quando éramos Democratas. Mendonça Filho, o presidente do partido, entendeu a nossa posição, e quando nos filiamos ao PMDB, foi uma travessia muito natural. Não saímos de casa, mudamos apenas de cômodo”, garantiu o deputado.

O apoio ao governador de Pernambuco, Eduardo Campos, nas próximas eleições foi destacado por Gel e Miriam. O que para eles não representa uma mudança da forma de fazer política. “Isso não muda em nada o nosso comportamento. Nós separamos as coisas e não fazemos política por interesse próprio. Estamos em situações opostas a gestão municipal”, afirmou Tony Gel.

Miriam Lacerda falou da importância do encontro do PMDB realizado no último domingo (01). “Em pouco tempo de partido, nós nos sentimos em casa no encontro. Tony Gel foi bem aplaudido e o encontro foi além das expectativas. Nós precisamos escutar as bases do partido, por isso a necessidade de realizar encontro como esses”, disse.

A democrata ainda criticou a falta de diálogo na atual gestão. “Eu sempre trabalhei ouvindo as pessoas, e é o que hoje falta na atual gestão do executivo, falta diálogo do gestor com população. E nós temos um homem qualificado e conhecido no cenário político que é o senador Jarbas Vasconcelos”, lembou Miriam.

Tony Gel comentou a postura de Eduardo Campos em relação ao ex-presidente da república, Luiz Inácio Lula da Silva. “O Lula gostaria que Campos apoiasse Dilma. Contudo, o governador está com seu projeto de ser presidente. Acho que ainda não sugiram as críticas, virão quando Lula vier a Pernambuco durante o período eleitoral. Campos tem preservado a figura de Lula e tem criticado os problemas do governo Dilma, como por exemplo, as obras que estão atrasadas no país. E é isso que Eduardo tem mostrado”, ressaltou o deputado.

Miriam Lacerda não confirmou se nas próximas eleições será candidata mais uma vez a prefeitura de Caruaru, mas que pode disputar um mandato de deputada estadual. “Não posso afirmar se serei candidata a prefeita. Temos que pensar nas eleições que teremos ano que vem. O nosso projeto no momento seria Tony ser candidato a deputado federal e eu a estadual, ou o contrário, mas eu ainda posso coordenar a campanha e Tonynho Rodrigues, o nosso filho”, disse a ex-deputada. A foto é de Mavian Barbosa.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro