14 de março de 2012 às 12h24min - Por Mário Flávio

Com informações da Folha de Pernambuco

Em entrevista a Rádio Folha o deputado estadual Tony Gel (DEM) voltou a provocar o prefeito Zé Queiroz (PDT). Ele disse que a vitória da ex-deputada Miriam Lacerda (DEM) seria muito mais positiva para o governador Eduardo Campos (PSB), do que a reeleição de Queiroz. O democrata ressaltou que há um desgaste no PDT, envolvendo Queiroz e o vice-governador João Lyra. Além disso, há uma aproximação do prefeito com o senador Armando Monteiro Neto (PTB), visando às eleições de 2014.

“Miriam, que dispara nas pesquisas de intenções de voto, tem uma boa relação com João Lyra e uma excelente relação com o governador. Para Eduardo Campos, o melhor é que nosso grupo seja eleito, é bem mais tranquilo para ele. Mas o governador sabe disso. Ele sabe que para o Estado é melhor que nosso grupo ganhe as eleições. Para João Lyra também”, declarou Tony Gel.

Por trás dessa parceria entre PDT e PTB, segundo o deputado, há o interesse de que Armando Neto seja o candidato a governador e, caso o resultado seja favorável, o primeiro suplente do senador é o empresário Douglas Cintra (PTB), que é aliado de Queiroz e está causando insatisfação dentro do PDT. “O pessoal do Palácio sabe dessa questão. Mas essa intenção deveria ser acertada previamente. Se o candidato apoiado pelo governador fosse o senador, quem sabe? Mas acredito que a aliança vai se quebrar, já que, passadas as eleições municipais, cada um vai para o seu lado”, alertou.

Ainda de acordo com o parlamentar, o próprio vice-governador vem observando “que ele tem sido desprestigiado por determinadas atitudes do prefeito”. “Sem falar que há outros membros do PDT que vivem insatisfeitos com o comando do partido. O próprio (deputado Guilherme) Uchoa reclama muito de que o partido é uma coisa que está sendo comandada por ele (Queiroz). Reeleger o prefeito não tem futuro nenhum para Lyra”, concluiu.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro