31 de março de 2014 às 10h25min - Por Mário Flávio

João lyra

Do blog de Roberta Jungmann

O futuro governador de Pernambuco, João Lyra, que toma posse na sexta (4), na Alepe, na reunião que teve com o governador Eduardo Campos, sexta (28), definiu que o rito será cumprido: todos os secretários vão mandar uma carta colocando o cargo à disposição a fim de deixá-lo bem à vontade para escolher o seu estafe. Aliás, faz parte do protocolo tomar esta atitude.

Lyra, desta forma, não ficará constrangido de tirar este ou aquele nome que não se encaixar dentro do seu estilo de governar, mesmo que seja só por nove meses. Como se sabe, 8 secretários deixarão o cargo porque serão candidatos e outros seguirão Eduardo Campos na campanha presidencial. A mudança, portanto, dará outra configuração ao Campo das Princesas, a começar da pasta da Casa Civil, hoje ocupada por Tadeu Alencar, e a de maior articulação política e da Fazenda, que trata do cofre do Estado, cujo titular será candidato ao Governo Pernambuco, cargo que Lyra gostaria muito de estar disputando.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro