14 de março de 2013 às 13h25min - Por Mário Flávio

20130314-115350.jpg

Durante a assembleia dos professores da educação municipal em Caruaru, sobraram críticas para a secretária de Participação Social, Louise Caroline (PT). Os docentes dizem que a petista fala o tempo todo em diálogo, mas que ela entrou muda e saiu calada da única reunião da mesa de negociação em que esteve presente para debater a respeito do PCC. Na verdade, no encontro a secretaria entregou nove propostas para melhorar o diálogo entre professores e prefeitura de Caruaru.

O primeiro a soltar o verbo contra a petista foi o diretor da Atec, Farlan Soares. “A secretária foi à reunião, com todo ar de superioridade, entregou as propostas e saiu sem dar uma palavra sequer. Realmente, é muita participação”, irozinou Soares.

Já o presidente do Sismuc, Eduardo Mendonça disse que a participação de Louise foi tão rápida, que mal foi percebida. “Ela foi tão rápida que pensei que era um cometa. Esse PCC mostra que a classe foi desrespeitada, situação lamentável, praticamente perdemos tempo durante quatro tardes em que nos reunimos com a mesa de negociação, já que quase nenhuma reivindicação foi atendida pela prefeitura”, pontuou Mendonça.

Recentemente, Louise chegou a ir para o Rio Grande do Sul, conhecer o programa de Participação Social do estado. Ela também declarou ao blog anteriormente que a participação social em Caruaru precisava de muito “feijão com arroz”.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro