17 de fevereiro de 2016 às 08h59min - Por Mário Flávio

Segue a polêmica envolvendo o Sismuc e o Sintetuc. Os professores do recém criado Sindicato afirmam que foram recebidos pela secretária de Educação, Graça Rosal, para uma conversa sobre as demandas da classe. No entanto, o Sismuc desmente a informação e apresenta um ofício da secretaria, garantindo que o próprio Sismuc é o único órgão a representar aos docentes da rede municipal de ensino.

Entenda a polêmica – Dois sindicatos tentam assumir a base do Sismuc quanto aos profissionais da educação, Sindurpom e Sinteduc. Para assumir a base, é necessário fazer uma assembleia de desmembramento, perguntando se os professores querem deixar a base do Sismuc, O Sinduprom fez essa assembleia, mas o Sinteduc fez de fundação de Sindicato.

Outro ponto polêmico é a participação dos professores nas assembleias de “fundação”, o Ministério do Trabalho pede que haja representatividade na votação, e na votação do Sinteduc, 68 pessoas votaram a favor, na do Sinduprom, apenas 35 professores votaram a favor, com uma categoria de quase 3 mil profissionais.

O Sinduprom informou via inbox de sua página no Facebook, que está aguardando a carta sindical para poder iniciar suas atividades no município. O Sinteduc fez sua primeira assembleia de 2016, informando que o abono é válido, mediante a lei 11.329/96, Artigo 28, inciso I do Estatuto do Magistério de Pernambuco.

Segue abaixo o ofício enviado pela secretária de Educação:

Ofício


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro