27 de fevereiro de 2016 às 09h18min - Por Mário Flávio

eduardo mendonça

O presidente do SISMUC, Eduardo Mendonça, emitiu nota sobre a publicação no Diário Oficial com a autorização do reajuste no piso aos professores da rede municipal de ensino. O texto diz que o prefeito José Queiroz (PDT) cumpre o que diz a Lei e afirma que não foi dado o reajuste na totalidade dos 11,36%, mas apenas uma adequação, provavelmente por causa do PCC. Segue a íntegra da nota:

NOTA OFICIAL – Apesar do Decreto Lei de 24 de fevereiro, publicado no Diário Oficial do município de Caruaru aos 26 dias do mês de fevereiro de 2016, em quê o prefeito autoriza a Controladoria de Recursos Humanos e Folha de Pagamento a efetuar a atualização do Piso Nacional dos Professores para R$ 2.135,64 (Dois Mil, Cento e Trinta e Cinco Reais e Sessenta e Quatro Centavos), retroativo ao mês de janeiro do ano em curso, o SISMUC Regional vem a público informar e alertar aos companheiros professores da Rede Municipal de Ensino de Caruaru, que o Decreto Lei em pauta, simplesmente corrige o salário destes profissionais para o ano letivo de 2016, que diga-se de passagem, já estava a menor que o referido Piso Nacional.

Outrossim, o SISMUC Regional informa também, que continuará com as ações na justiça buscando as diferenças salariais devidas pelo mesmo executivo municipal ao mesmos professores, referente aos anos de 2014 (8,32%) e 2015 (11,01%) e que não podemos esquecer da luta protagonizada pelos nobres companheiros professores durante 82 (oitenta e dois) dias e que o referido chefe do executivo não demonstrou em momento nenhum a possibilidade de um acordo nesse sentido, se limitando durante todo o movimento a indicar um negociador após o outro apenas para passar o tempo, pois, tais negociadores nunca tiveram autonomia para resolver, principalmente a parte financeira.

Portanto, estranhamos que o Decreto em tela, tenha sido publicado no ano onde teremos um processo eleitoral, pois este mesmo decreto poderia ter sido publicado anterior ao encerramento do ano de 2015.

Direção do Sismuc


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro