27 de março de 2020 às 15h36min - Por Mário Flávio

NOTA

O Sindloja considera legítimas e apoia todas as manifestações democráticas, incluindo o direito de reivindicar dos empresários através de representantes de classe. Aproveitamos para convidar os empresários que estão se reunindo na defesa da abertura do comércio para se juntarem à nossa diretoria para que, juntos e mais fortes, estejamos defendendo interesses da categoria.

O Sindloja se posicionou contrário à reabertura do comércio sem que ocorra diálogo e com uma negociação com os poderes públicos, pois essa volta precisa ser de forma organizada, gradual e que prime pela saúde e bem estar de funcionários e clientes.

O sindicato não tem medido esforços para levar ao poder público as preocupações legítimas da classe empresarial, que se vê diante de uma montanha de compromissos financeiros a serem honrados, principalmente a folha de pagamento de seus funcionários.

Diante desse cenário, o Sindloja formalizou, junto com outras entidades de classe de Caruaru, um documento com várias reivindicações, inclusive o pedido de abertura do comércio de forma gradual e organizada.

O Sindloja está também, através da Fecomércio-PE representando os sindicatos de Pernambuco, solicitando junto ao governo do Estado várias reivindicações a nível estadual, incluindo a abertura gradual da atividade econômica.

Caruaru, 27 de março de 2020.

Diretoria do Sindloja


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro