2 de outubro de 2013 às 20h25min - Por Mário Flávio

Silvio Costa

O deputado federal Silvio Costa não quis saber mais de conversa e enviou comunicado oficial à imprensa, informando que decidiu se desfiliar do PTB. O motivo: ele acredita que não há rodízio na liderança do partido na Câmara Federal.

“Sempre fui um crítico das reiteradas reconduções do deputado Jovair Arantes (GO) na liderança do partido na Câmara Federal. Ele é líder pelo sétimo ano consecutivo e já começou a campanha para ser reconduzido pela oitava vez. Todos os partidos da Câmara Federal estabeleceram como critério o rodízio anual da liderança. Portanto, não acho razoável continuar em um partido onde não existe oxigenação na liderança da bancada”, explicou.

Segundo o comunicado, ele já conversou com as presidências nacional e estadual do partido. “Em função disso, comunico que estive reunido com o presidente nacional do PTB, Benito Gama, e decidi solicitar a minha desfiliação do Partido Trabalhista Brasileiro. Da mesma forma, estive com o presidente estadual do PTB, senador Armando Monteiro, que também compreendeu as razões da minha desfiliação”, continuou.

Ainda na nota, ele indicou seu provável novo rumo: o PSC. “Comunico ainda que tive o privilégio de ser convidado pelo presidente nacional do PSC, pastor Everaldo Dias Pereira, para assumir a presidência estadual do Partido Social Cristão em Pernambuco”, completou. Curiosamente, no mês passado, durante encontro em Caruaru, Costa defendia o projeto de plano de governo que o PTB teria a apresentar nas eleições de 2014, no caso de uma candidatura ao governo estadual de Armando Monteiro (PTB). Em paralelo, o anúncio da saída de Silvio ocorre ao mesmo tempo da saída de outros deputados, como José Augusto, que deve ir para o PROS. E ainda, em um momento de especulações de que o PSB estaria assediando as bases do PTB no estado.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro