7 de janeiro de 2016 às 06h56min - Por Mário Flávio

Hospital-300x200

Do Gravatá Notícias

A interdição do primeiro andar, a paralisação do internamento, da maternidade e do bloco cirúrgico do Hospital Doutor Paulo da Veiga Pessoa são três dos vários dos tópicos que está motivando funcionários públicos e moradores das mais diversas comunidades a se manifestarem nesta quinta-feira (7) em frente a unidade de saúde.

O hospital também estaria sem condições de dar continuidade aos serviços básicos em razão de não existir higienização eficiente e alimentação inadequada. Ainda segundo relatos, o lixo hospitalar estaria sendo descartado no lixo comum da unidade. No caso da maternidade, o serviço só é oferecido quando não há possibilidade de transferência.

O ato será em prol de um serviço público de saúde com qualidade e melhores condições de trabalho para um atendimento digno aos gravataenses. O movimento protagonizado pelos funcionários grevistas da Prefeitura Municipal informa que o ato terá início às 9 horas da manhã e é aberta a toda população.


Comentários



...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro