22 de outubro de 2012 às 10h59min - Por Mário Flávio

O Tribunal do Contas do Estado (TCE) aprovou, com ressalvas, as contas do atual prefeito de Serra Talhada, Carlos Evandro, relativas ao ano de 2009. A decisão foi da Segunda Câmara do TCE, no dia 26 de setembro, que teve como presidente em exercício o conselheiro Carlos Porto. As contas de 2009 ainda serão enviadas à Câmara de Vereadores de Serra Talhada (CVST) que dará o veredito final.

Apesar desta vitória, Carlos Evandro já teve uma conta rejeitada pela câmara. Isso poderia se colocar como dificuldade na possibilidade de ele disputar uma vaga para deputado federal nas eleições de 2014. No entanto, além desse empecilho a ser resolvido, Carlos também precisa resolver-se sobre sua filiação partidária. Ele atualmente está sem partido e já se reuniu com representantes de outros partidos para discutir a entrada em uma nova legenda, incluindo na lista de especulações o PSD e o PMDB. No entanto, ele ainda não sinalizou nada de concreto sobre essas negociações.

DEMISSÕES NA PREFEITURA

Na verdade, por enquanto ele precisa se concentrar em realizar a transição de governo para o seu sucessor, Luciano Duque (PT), que ele apoiou durante a campanha. Entre as ações delicadas durante esse processo, está a adequação à Lei de Responsabilidade Fiscal. Semana passada, Carlos anunciou um pacote de austeridade, que inclui corte de gratificações dos servidores, suspensão de contratos, demissão de cargos comissionados, redução no expediente da prefeitura, entre outras medidas. A prefeitura chegou a realizar 22 exonerações em um só dia. Segundo o prefeito, é necessário realizar a transição de governo para Duque com as contas da prefeitura em dia.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro