24 de julho de 2017 às 07h05min - Por Mário Flávio

carlos-siqueira

Caso se consume a saída dos 14 deputados que apóiam o governo do presidente Michel Temer, o PSB voltará a ser na Câmara Federal um “partido nanico”.

Os dissidentes estão conversando com o DEM e na semana passada receberam convite do presidente Michel Temer para se filiar ao PMDB.

Hoje, o partido tem 34 representantes na Câmara Federal, entre eles o ministro de Minas e Energia, Fernando Bezerra Coelho Filho, o “Fernandinho”, que votou a favor da reforma trabalhista, descumprindo orientação da cúpula que fechou questão sobre o projeto.

Se todos os 14 que votaram com o governo deixarem o partido, o PSB ficará com apenas 20 deputados, ou seja, menos que o SD, o PSD, o PR, o PP, o PT, o PMDB e o PSDB.

Nas eleições de 2014, o PSB de Pernambuco elegeu 8 deputados federais, mas um já caiu fora do partido para se filiar ao PHS: Pastor Eurico.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro