29 de agosto de 2013 às 17h25min - Por Mário Flávio

A Compesa respondeu as reclamações de membros da Associação dos Artesãos em Barro e Moradores do Alto do Moura (AABMM) e informou que a obra em andamento no Alto do Moura fará a adequação da rede de distribuição atual, reforçando o abastecimento de água para a localidade, tendo em vista a expansão territorial do local e o acréscimo no número de residências. Os serviços começaram há cerca de um mês e devem ser concluídos até dezembro deste ano. O investimento é de R$ 135 mil. Sobre o esgotamento sanitário, a Companhia explica que não opera a rede de saneamento do bairro, sendo responsabilidade dos loteadores a implantação desse serviço.

Em reunião com a Compesa e a promotora do Ministério Público Gilka Miranda, no início da semana, os moradores denunciaram que a companhia não cumpriu o calendário firmado para solucionar os problemas de abastecimento de água e saneamento básico, como também o loteador até o presente momento não cumpriu as exigências para o saneamento básico. A companhia passou uma adutora na AV. Francisco Teixeira de Lima, no entanto até o presente momento a rua e adjacências do Loteamento Mestre Vitalino I não receberam a presença de funcionários Compesa para colocação dos medidores para a recepção da água potável nas residências.


Comentários


...

Mário Flávio

Jornalista & Blogueiro